O Presidente

Contador Aécio Prado Dantas Júnior

Mandato: 04/1/2024 a 31/12/2025

Contador;
Pós-graduado em Contabilidade Pública;
Diretor do ERPAC, empresa especializada em contabilidade pública e consultoria jurídica para administrações municipais;
Atua como instrutor/palestrante de eventos técnicos nas áreas de Orçamento e Finanças Públicas, Controle Interno e Contabilidade Aplicada ao Setor Público e como consultor financeiro e contábil de diversas Prefeituras e Câmaras Municipais do Estado de Sergipe;
Ex-conselheiro da Associação Comercial de Sergipe – ACESE;
Presidente do Conselho Regional de Contabilidade de Sergipe (Gestão 2010 a 2013);
Conselheiro do CFC - Conselho Federal de Contabilidade;
Membro de diversos grupos e comissões de trabalho do CFC;
Vice-Presidente de Desenvolvimento Operacional do CFC (Gestão 2014 a 2019);
Vice-Presidente de Desenvolvimento Profissional do CFC (Gestão 2020 e 2021);
Presidente do CFC (Gestões 2022/2023 e 2024/2025); e

Coordenador do Fórum dos Conselhos Federais de Profissões Regulamentadas - Conselhão (Gestão 2023/2024)

E-mail: gabinete@cfc.org.br

Telefone: +55 (61) 3314-9507 | 3314-9623

CURRÍCULO BIOGRÁFICO

Nascido em Aracaju, capital do Sergipe, o presidente do Conselho Federal de Contabilidade (CFC), Aécio Prado Dantas Júnior, teve, dentro de casa, a inspiração e o exemplo do perfil ético e profissional que adotaria em sua vida: o seu pai Aécio Prado Dantas.

Ainda na década de 70, o pai de Aécio fundou a empresa da família, iniciando uma história de sucesso. O presidente do CFC, desde cedo, estava presente no escritório daquele que foi a sua referência. Mais tarde, ingressou nas faculdades de Ciências Contábeis e de Engenharia Civil e, com o tempo, percebeu-se encantado com a Contabilidade. Nessa profissão, via desafios, assim como a exigência de atualização constante e a necessidade de conhecimentos múltiplos. Era o que contador buscava.

Desse modo, mergulhou na Contabilidade e estudou ainda mais, concluindo a pós-graduação em Contabilidade Pública, sua área de atuação. Dando continuidade em sua caminhada, iniciou a sua atividade classista há 13 anos. Nas gestões 2010-2011 e 2012-2013, foi presidente do Conselho Regional de Contabilidade de Sergipe (CRCSE). À frente desse Regional, realizou um trabalho profundo de organização e de modernização administrativa. Consciente da relevância das universidades e das faculdades, participou, como palestrante, de eventos promovidos em todas as Instituições de Ensino Superior (IES) do Estado de Sergipe.

Em seguida, alçou voos para além de sua terra natal e assumiu a Vice-Presidência de Desenvolvimento Operacional do CFC nos biênios 2014-2015, 2016-2017 e 2018-2019. Nessa posição, como grande conhecedor da realidade e da dinâmica de um Regional, trouxe avanços essenciais para os CRCs, no que diz respeito ao fortalecimento, à integração e à governança nessas entidades. Nesse período, promoveu uma aproximação ainda maior entre Regionais e o CFC. Além disso, implantou melhorias tecnológicas em sua gestão, com destaque para o processo eleitoral, que ocorreu de modo informatizado. O contador ainda esteve focado na sustentabilidade do Sistema CFC/CRCs e com a qualidade de suas instalações, proporcionando obras em oito sedes e contribuindo para a aquisição de outras duas. Vale destacar ainda a implantação de oito normas e a publicação e a atualização de quatro manuais e cartilhas.

Nos anos 2020-2021, esteve à frente da Vice-Presidência de Desenvolvimento Profissional e, seguindo o seu profundo compromisso com a implantação de inovações digitais, investiu, fortemente, no estabelecimento de tecnologias nos Regionais no contexto da formação profissional. Entre algumas das realizações dessa época, estão a implantação do sistema de educação unificado, de treinamentos virtuais para os CRCs e do sistema de prestação de contas da Educação Profissional Continuada. O contador ainda superou os desafios da pandemia da Covid-19 e as imposições do necessário isolamento social. Nesse sentido, esteve ao lado da classe contábil oferecendo uma série de eventos virtuais, garantindo a atualização dos profissionais da Contabilidade, principalmente naquele momento em que uma série de normas foram publicadas pelo Governo federal. Em sua gestão, também ocorreu, pela primeira vez, o Exame de Qualificação Técnica (EQT) de modo virtual, algo inédito entre as entidades de classe.

Em 2023, foi eleito coordenador do Fórum dos Conselhos Federais de Profissões Regulamentadas (Conselhão). Nessa atividade, o presidente está focado em criar atos normativos e um regimento para o Fórum. Aécio ainda trabalha na integração dos Conselhos e, dessa forma, já criou uma logo única para o grupo e tem proporcionado reuniões itinerantes, de modo que ocorra a aproximação entre as entidades.

Para o biênio, 2022-2023 foi eleito presidente da autarquia, tornando-se o primeiro sergipano a ocupar o cargo. Nessa nova missão, tem como meta mudar a mentalidade da classe, mostrando aos profissionais da contabilidade a sua importância estratégica para as empresas. Aécio Dantas defende que os contadores são consultores de negócios e os grandes responsáveis pela sobrevivência e crescimento das empresas. O presidente do CFC também ressalta que é essencial o domínio das novas tecnologias, das ciências de dados e dos valores ambientais, sociais e de governança (ESG, na sigla em inglês). Aécio Dantas foi reeleito, em 04/01/2024, para mandatado de mais dois anos como presidente da entidade.

Marido da Alanny e pai da Mariana e do Breno, Aécio Dantas possui 30 anos de atuação na área contábil e, mesmo após todas essas décadas, ainda carrega a vontade latente de fazer ainda mais pelos profissionais da contabilidade e pelo desenvolvimento sustentável do país.

TÍTULOS / COMENDAS / MEDALHAS

2023 - Medalha de Ouro Cidade de Manaus, concedida pela Câmara Municipal de Manaus, recebida em 22/09/2023.