O Portal do CFC está passando por manutenção e por isso alguns links podem apresentar erros. Estamos trabalhando para normalizar o acesso o mais brevemente possível.

Mulher Contabilista

O I Encontro Nacional da Mulher Contabilista, que ocorreu, no ano de 1991, na cidade do Rio de Janeiro, junto com a 43ª Convenção dos Contabilistas do Estado do Rio de Janeiro, foi o marco para que milhares de mulheres contabilistas pudessem levar adiante o objetivo de promover o aprimoramento técnico-cultural, por meio de ações de incentivo a uma maior participação das contabilistas na vida social e política do País.

Vale ressaltar que o projeto “Mulher Contabilista”, fundamentalmente, destaca o papel e a importância da mulher no contexto social, além de impulsioná-las ao empreendedorismo. No ano de 1992, foi realizado na cidade de Salvador (BA), o II Encontro, que, com um número mais expressivo de participantes, definiu metas e estratégias para o papel da profissional. Em 1999, Maceió (AL), o III Encontro da Mulher ganhou força e despertou a atenção das profissionais da categoria.

A expressão maior do Projeto aconteceria, no IV Encontro, em 2003, em Belo Horizonte (MG). Naquela ocasião, personalidades da política e do meio artístico, como a senadora Heloísa Helena e a atriz da Rede Globo de Televisão Eliane Giardini prestigiaram o evento e discutiram o papel da mulher na sociedade. Durante três dias, questões como a desigualdade nos salários, a jornada múltipla e a competitividade foram debatidos entre as participantes.

Mas foi no V Encontro, realizado em Aracaju (SE), que mais de 1,3 mil contabilistas discutiram e definiram assuntos que iam desde políticas públicas a qualidade de vida. A abertura oficial do evento aconteceu no dia 19 de maio de 2005, no Teatro Tobias Barreto. O ex-presidente do CFC, José Martonio Alves Coelho e outras personalidades da classe contábil compuseram a mesa de honra. Em seu discurso, o ex-presidente deixou sua marca. “Acabou-se o tempo em que nós, homens, caminhávamos à frente das mulheres. Descobrimos que temos que tê-las ao nosso lado para que, juntos, possamos construir um País mais igualitário, mais justo e socialmente mais feliz”.

O VI Encontro Nacional da Mulher Contabilista realizado de 7 a 9 de junho de 2007 em Florianópolis, superou todas as expectativas. O número de inscritos somou 2.103 participantes, lotando o auditório do Centrosul. Foram três dias de intensa atividade, incluindo várias palestras técnicas,talk show, peça de teatro e duas noites de confraternização.

O VII Encontro Nacional da Mulher Contabilista, realizado de 7 a 9 de maio de 2009, em Vitória-ES teve como lema: “A força da união: ação, conquista e vitória!” A programação foi composta por painéis e palestras de especialistas de renome nacional, além de momentos para o entrosamento e a descontração, com peça de teatro e festa temática.

Em 2011 a oitava edição do evento foi realizada de 19 a 21 de maio em Caldas Novas-GO e teve como lema : Mulher: conhecimento, Criatividade e Leveza. Contou com palestrantes renomados como o Maestro João Carlos Martins e o Técnico da Seleção Brasileira Feminina de Vôlei, José Roberto Guimarães. E teve como destaque o consagrado talk show O preço das conquistas, conduzido pela jornalista Renata Ceribeli.

Em 2013, o sonho de realizar, pela primeira vez, o Encontro Nacional da Mulher Contabilista a bordo de um navio credenciou São Paulo a receber contabilistas do País inteiro no IX Encontro Nacional da Mulher Contabilista, que foi realizado no período de 27 a 30 de novembro de 2013, à bordo do navio MSC Preziosa. Evento tradicional da classe, o Encontro reuniu profissionais que debateram importantes assuntos relacionados à área técnica-contábil e à gestão empresarial.

Em 2015, o evento foi realizado na cidade de Foz do Iguaçu – Paraná. Mais de dois mil profissionais da contabilidade discutiram, em três dias de debates – 12 a 14 de agosto -, os desafios e oportunidades do mercado contábil. Os participantes também puderam assistir a palestras motivacionais, sobre saúde e conhecer histórias de mulheres que fizeram a diferença nas suas carreiras. Em todos os painéis, os especialistas ressaltaram a importância da profissionalização e de se manter atualizado na carreira.

Hoje as mulheres representam 42,5% dos profissionais da Contabilidade. Ao todo, são cerca de 224.361* mulheres contabilistas em plena atividade.

* Dados referentes a maio de 2016.