Profissional da contabilidade, participe da XXXIII Conferência Interamericana de Contabilidade

Por Rafaella Feliciano
Comunicação CFC

Comunicação CFC

De 20 a 22 de outubro deste ano, Cartagena (Colombia) será palco para a realização da XXXIII Conferência Interamericana de Contabilidade (CIC), um dos eventos mais antigos da classe contábil no continente americano. Realizado pela Associação Interamericana de Contabilidade (AIC), a XXXIII CIC tem como objetivo reunir trabalhos de profissionais de diversos países para aprimorar os conhecimentos e deveres sociais da classe por meio de debates e exposições.

Com o lema “Ética e Responsabilidade Social: Mecanismos para combater a corrupção”, o evento oferece programações para os profissionais de contabilidade, administração e economia, e, também, ao público em geral que se interessa pelos avanços e discussões sobre a questão.

Nesta edição, a Conferência vai oferecer 11 áreas temáticas de estudos para os delegados dos países integrantes da AIC que queiram apresentar trabalhos de pesquisa nos âmbitos nacional e interamericano. As áreas são: investigação contábil; normas e práticas de auditoria; setor público; educação; administração e finanças; ética e exercício profissional; tributação e fiscalização; gestão integral de pequenas e médias empresas; sistema e tecnologia da informação; controle de qualidade; perícia contábil.

Os trabalhos serão analisados pelas comissões técnicas responsáveis e as principais pesquisas ganharão discussões em grupo durante o encontro podendo, de acordo com a relevância do assunto, tornarem-se recomendações de estudo e considerações por parte da AIC.

Além disso, os melhores trabalhos também concorrerão ao Prêmio Roberto Casas Alatriste, a maior condecoração que é entregue aquele considerado destaque da CIC.

Para conhecer o regulamento, acesse aqui. (http://ciccartagena2019.com/wp-content/uploads/2018/11/16-Reglas-de-Procedimientos-XXXIII-CIC-Cartagena-Colombia-2019.pdf)

Brasil assume a presidência da AIC

Durante a XXXIII CIC, o Brasil ocupará a presidência da Associação Interamericana de Contabilidade (AIC). Quem assume o cargo, com mandato até 2021,  é a presidente da Academia Brasileira de Ciências Contábeis (Abracicon), Maria Clara Cavalcante Bugarim. 

 Alagoana, Maria Clara possui três graduações (Ciências Contábeis e Administração, pelo Centro de Estudos Superiores de Maceió; e Direito, pela Universidade de Fortaleza), e duas especializações em Auditoria e Administração em Recursos Humanos, pelo Centro Universitário Cesmac-Fejal. Tornou-se mestre em Controladoria e Contabilidade, pela Universidade de São Paulo, e doutora em Engenharia e Gestão do Conhecimento, pela Universidade Federal de Santa Catarina. Concluiu, ainda, o seu segundo doutorado em Contabilidade, pela Universidade de Aveiro, em parceria com a Universidade do Minho, ambas em Portugal.

Conhecida por sua determinação e por quebrar paradigmas, desde muito cedo vem ocupando posições de destaque nas áreas governamental, acadêmica e das entidades de classe, assumindo com brilhantismo cargos até então nunca ocupados por mulheres.

Com uma vida profissional marcada pela arrojada atuação nas entidades de classe, presidiu por duas gestões o Conselho Regional de Contabilidade de Alagoas (1998 a 2001), a Fundação Brasileira de Contabilidade (2002 a 2005) e o Conselho Federal de Contabilidade (2006 a 2009).

Sobre a AIC

A Associação Interamericana de Contabilidade (AIC), reconhecida como a organização de contabilidade internacional mais antiga do mundo, foi concebida e fundada com o objetivo principal de integrar os contadores do continente americano, assumir o compromisso de sua representação e promover constante aprimoramento da qualificação dos profissionais, seus conhecimentos e deveres sociais.

Com 70 anos de atividade institucional, a AIC não possui fins lucrativos e tem contribuído para fortalecer as organizações profissionais de contadores nos países americanos que a patrocinam, além de participar ativamente no desenvolvimento harmônico da prática livre da Contabilidade.

A reprodução deste material é permitida desde que a fonte seja citada.