Autoridades homenageiam os profissionais da contabilidade pelo seu Dia

Por Maristela Girotto
Comunicação CFC

Em referência à data destinada a homenagear os 530 mil profissionais da contabilidade do Brasil – 25 de Abril –, autoridades de várias áreas destacam pontos que consideram fundamentais no trabalho realizado pela classe e as principais conquistas a se comemorar neste Dia.

Presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Gilmar Mendes

“Parabenizo e homenageio os profissionais de Contabilidade por sua data comemorativa, em 25 de abril. O trabalho desses profissionais é fundamental para o país, em especial para a Justiça Eleitoral, na questão da prestação de contas, tanto que, em 2016, firmamos termo de cooperação entre o TSE e o Conselho Federal de Contabilidade (CFC), que já começou a dar frutos. Destaco que o CFC atua como uma fonte de conhecimento, proporcionando eventos de capacitação dos profissionais contábeis, o que reflete diretamente na melhor qualidade das contas hoje entregues à Justiça Eleitoral. Desejo que, cada vez mais, a Justiça Eleitoral possa estreitar os laços e a colaboração com esses profissionais, para que seja apresentada aos brasileiros uma fiscalização minuciosa das contas partidárias e eleitorais, um dos pilares que buscam assegurar a lisura do processo eleitoral e da existência regular dos partidos políticos. O papel exercido pelos profissionais de Contabilidade é fundamental para país. A demonstração contábil dos recursos arrecadados e das despesas efetuadas pelo partido é um dos fatores de transparência e fortalecimento da democracia no país.”

Ministro do Tribunal de Contas da União (TCU) Augusto Nardes

"Aprendi muito cedo, aí pelos meus 17 ou 18 anos de idade, no tempo em que trabalhei em escritório de contabilidade com meus irmãos, em Santo Ângelo, Rio Grande do Sul, que o contador tem a difícil missão de falar a realidade que muitas vezes não se quer ouvir. Assim, considero que esses profissionais desempenham papel fundamental para a busca da verdade contábil e fiscal, e determinante para o futuro das organizações, sejam elas públicas ou privadas. Integram uma categoria que deve lutar diuturnamente pela preservação dos princípios do planejamento, da transparência, do controle e da prudência."

Ministro da Transparência, Fiscalização e Controladoria-Geral da União (CGU), Torquato Jardim

“Na Administração Pública, o ato de controlar pressupõe examinar se a atividade governamental atendeu à finalidade pública, à legislação e aos princípios básicos aplicáveis ao setor público. Negligenciar a contabilidade é uma prática que, se habitual, constitui um oneroso obstáculo à eficiência de uma organização. A contabilidade feita com transparência reflete o comprometimento com a ordenação das finanças”.

Membro do International Accounting Standards Board (Iasb) Amaro Gomes

"Devemos celebrar a evolução constante da profissão, em resposta aos anseios da sociedade, para que nós desempenhemos nosso papel na promoção da transparência, da responsabilidade e do aprimoramento na qualidade da informação, elementos fundamentais para a eficiência dos mercados financeiros e para o desenvolvimento econômico."

Deputado federal (SD/SE), vice-presidente da Confederação Nacional do Comércio (CNC) e presidente da Fecomércio/SE, Laércio Oliveira

“Num cenário de carga tributária exagerada e burocracia baseada em legislações anacrônicas, os profissionais da Contabilidade tem um papel ainda mais importante e crucial nas operações dos setores produtivos. São estes profissionais que as norteiam sob os ditames da legalidade e da lógica empresarial necessárias à sobrevivência de cada negócio no Brasil, ainda que muitas vezes sem contar com o devido reconhecimento. Neste Dia que homenageia os contabilistas, há que se comemorar seu trabalho árduo e honroso, a auxiliar os empresários no caminho da competitividade, ainda que em meio a mercados muito mais favoráveis ao empreendedorismo. Há muito o que melhorar, sem dúvida, mas que essa data sirva para lembrar a todos que o Brasil precisa abraçar a modernidade para voltar a crescer, com geração de empregos e justiça social, trajetória na qual os contabilistas seguramente fazem sua parte.”