Workshop no CFC discute a aplicação do Valuation

Por Maristela Girotto
Comunicação CFC

Aplicação de Valuation é o tema do workshop realizado nesta quarta-feira (18), no Conselho Federal de Contabilidade (CFC), com a participação de conselheiros e funcionários contadores do CFC e do Conselho Regional de Contabilidade do Distrito Federal (CRCDF), além de profissionais da contabilidade convidados. A matéria foi apresentada por Felipe Pontes, doutor em Ciências Contábeis e professor da Universidade Federal da Paraíba (UFPB).

Segundo o palestrante, Valuation é um conceito relacionado à avaliação de empresas e de ativos e passivos. “É um processo de avaliação utilizado para apreciar ativos e passivos específicos ou para avaliar a empresa toda”, explica Pontes, citando, como exemplo, que, por esse processo, é possível estimar e fazer a projeção para o futuro do fluxo de caixa e trazê-lo a valor presente. “O valor do ativo ou da empresa é a soma do fluxo de caixa”, acrescentou.

Na contabilidade, especificamente, o Valuation pode ser utilizado para fazer teste de impairment. Nesse caso, segundo o professor, é necessário fazer um processo mais simples de Valuation, que envolve uma unidade geradora de caixa e, não. a empresa toda. “Avalio essa unidade geradora de caixa para ver se o registro contábil está adequado com a estimativa que eu tenho e, caso não esteja, faço o impairment”, diz.

Pontes também menciona que o Valuation pode ser utilizado em caso de disputa judicial de dois sócios, por exemplo. “Quando um sócio quer sair da sociedade, contrata-se um contador para fazer a avaliação da empresa e aí se chega ao valor da participação de cada um”, esclarece. Da mesma forma, essa técnica é utilizada em fusões e aquisições.

Para o professor, o profissional mais indicado para fazer essa avaliação é o contador, embora haja muitos engenheiros que fazem esse trabalho. “Essa técnica tem uma parte de matemática, mas é preciso entender bem a contabilidade”, afirma.

O Valuation é uma especialização da contabilidade e, conforme Pontes, os cursos de graduação em Ciências Contábeis, em geral, não oferecem essa disciplina. “Sou professor da UFPB e lá conseguimos colocar essa disciplina, mas, geralmente, esse tópico é ensinado em cursos de pós-graduação”.

No workshop realizado no CFC, Pontes falou, de forma geral, sobre a utilidade do Valuation em consultoria contábil-financeira, em perícias, em auxílio de processos de venda e de fusão e aquisição de empresas. O foco do evento foi sobre o uso dessa técnica no mercado de capitais.

A reprodução deste material é permitida desde que a fonte seja citada.