Presidente do CRCSP fala sobre a transformação da classe contábil frente aos avanços tecnológicos

Por Rafaella Feliciano
Comunicação CFC

“Vivemos em um mundo muito disruptivo, novo, do imediatismo. O aqui e o agora e não há tempo para esperar. A transformação já começou”. A mensagem é da presidente do Conselho Regional de Contabilidade de São Paulo, Márcia Alcazar, que participou do encerramento, na última sexta-feira (1º), do Seminário Regional Interamericano de Contabilidade, que integrou a programação do IX Encontro de Contabilidade da Amazônia Legal (Ecal), realizado  em Santarém. Com o tema “ A Contabilidade e o avanços tecnológicos”, Márcia Alcazar disse que o desenvolvimento digital tem transformado as profissões e é preciso estar preparado para enfrentar o mundo disruptivo.

Segundo ela, é preciso que o papel estratégico torne-se a principal atribuição do contador para que ele seja, cada vez mais, imprescindível no gerenciamento das empresas. “O mundo não acabou em 2000, ele se digitalizou. E a tecnologia não vai acabar com o nosso jeito extraordinário de trabalhar”, ressaltou.

Para Márcia, as transformações são rotineiras na vida do profissional da contabilidade que está acostumado a lidar com mudanças.  O objetivo agora, disse a presidente do CRCSP, é conseguir mostrar a necessidade de apropriação desse novo papel gerencial  que a profissão ganhou com os avanços da tecnologia.

“Nós, como contadores, temos que revelar a história que existe atrás dos números de uma forma eficiente, simples, que faça com que os usuários compreendam e utilizem essas informações para a tomada de decisões. Se conseguirmos sermos comunicativos, assertivos e imediatos, levaremos ao mundo mais soluções do que problemas”, concluiu.

O presidente do Conselho Federal de Contabilidade, Zulmir Breda, foi o mediador do painel. Ao final da palestra, também foi realizado um talk show com as presidentes dos Conselhos Regionais de Contabilidade. Participaram do debate: Marcia Ruiz Alcazar, presidente do CRCSP, Palmira Leão, presidente do CRCRR, Rosa Maria Abreu Barros, presidente do CRCMG, Iara Sonia Marchioretto, Presidente do CRCMS, Ticiane Santos, presidente do CRCPA e Ana Tércia, presidente do CRCRS.

A reprodução deste material é permitida desde que a fonte seja citada.