26ª Convenção de São Paulo debate as transformações da Contabilidade 4.0

Por Rafaella Feliciano
Comunicação CFC

Mais de três mil pessoas estiveram reunidas, na noite desta segunda-feira (4), para a abertura da 26ª Convenção dos Profissionais da Contabilidade do Estado de São Paulo. Com o tema “A Contabilidade 4.0”, o evento segue até quarta-feira (6) com a participação de mais de 60 palestrantes, que abordarão assuntos, tais como as oportunidades que estão surgindo na contabilidade junto com a tecnologia e, principalmente, qual a nova postura do profissional frente a esse novo cenário.

“Inovadora, disruptiva, tecnológica, sustentável e, acima de tudo, humana. Percebo que muitos não imaginavam que esse futuro, antes tão distante, chegaria. Pois bem, já aconteceu! O mundo se transformou e chegou a hora de sentirmos e vivermos a maravilhosa experiência da Contabilidade 4.0”, com essas palavras, a presidente do Conselho Regional de Contabilidade de São Paulo (CRCSP), Márcia Ruiz Alcazar, abriu os trabalhos da 26ª Convecon.

Para ela, o futuro é agora e não há mais tempo para se preparar. “Nós, cientistas contábeis, precisamos assumir um novo papel na sociedade, alinhados com esse universo tecnológico”, disse a presidente do CRCSP.

No entanto, Márcia explicou que a Contabilidade 4.0 não veio para substituir pessoas por inteligência artificial, mas para tornar a revolução digital “a melhor companheira” da classe contábil. “Descubra nas nossas “Trilhas de Conhecimento” aquela que melhor está alinhada com a sua atividade e mergulhe neste mundo digital”, ressaltou.

O presidente do Conselho Federal de Contabilidade, Zulmir Breda, participou do evento. Segundo ele, as novas ferramentas tecnológicas trouxeram ao mundo contábil maior organização, eficiência e dinamismo às atividades. “Essa otimização nos possibilitou a construção de novos modelos de relações. Temos mais tempo para o contato pessoal, o olho no olho. Tornamo-nos agentes impulsionadores do desenvolvimento sustentável de organizações e economias”, completou.

Para Zulmir Breda, um novo horizonte de oportunidades se apresenta aos profissionais da contabilidade no cenário dos negócios, já que eles se tornaram imprescindíveis em decisões relevantes no mundo empresarial, na transparência das contas públicas e, também, no controle social e combate à corrupção.

“A ética, a gestão apropriada dos recursos, o compromisso com a transparência e a integridade continuarão sendo alicerces de nossa relevante profissão na constante busca de bem servir à sociedade brasileira”, concluiu.

O presidente do Sindicato das Empresas de Serviços Contábeis e das Empresas de Assessoramento, Perícias, Informações e Pesquisas no Estado de São Paulo (Sescon-SP), Reynaldo Pereira Lima Junior, agradeceu a oportunidade em fazer parte da realização da 26ª Convecon e disse que as transformações só serão possíveis com a união da classe contábil. “Esse é um grande momento de integração, onde temos consciência de que a educação continuada é a única forma para nos prepararmos às mudanças. E nós, entidades contábeis, não mediremos esforços para mantermos esse objetivo”.

A vereadora Edir Sales parabenizou o trabalho e a atuação da presidente Marcia Alcazar. Para ela, é um grande orgulho ter mulheres em espaços de poder trabalhando pelas transformações e inovações no mundo. “Márcia é uma grande líder e faz toda a diferença na contabilidade. Tenho certeza de que a 26ª Convecon será mais um legado de sucesso em sua trajetória”.

Para o deputado estadual Itamar Borges, o Brasil passa por um momento de retomada do crescimento, e a atuação dos profissionais da contabilidade é fundamental para a consolidação do desenvolvimento sustentável. “Os nossos heróis da economia podem salvar o País. E é importante que estejamos unidos nessa missão. Os profissionais da contabilidade são agentes de transformação e, por isso, possuem um papel imprescindível em todos os setores do Brasil”.

Medalha Pedro Pedreschi

Na ocasião, o presidente do CFC também foi homenageado com a entrega da Medalha Pedro Pedreschi, destinada aqueles que lutam pelo aprimoramento da classe contábil.

Pedreschi foi o primeiro presidente do CRCSP eleito por votação, em 1946. Foi conselheiro suplente do Conselho Federal de Contabilidade, além de ter presidido o Sindicato dos Contabilistas de São Paulo, o Sindicont (SP) e a Federação dos Contabilistas do Estado de São Paulo (Fecontesp).

Em sua carreira política, foi vereador na Câmara Municipal de São Paulo, atuando na Comissão de Finanças. Até hoje,  seus pareceres sobre a prestação de contas dos prefeitos são peças técnico-administrativas que servem de referência para pesquisas.

“Receber essa homenagem me traz a certeza de que estou no caminho certo. O caminho da perseverança, da busca pelo aprimoramento da nossa profissão contábil, sempre com ética, transparência, verdade e compromisso com a classe e com a sociedade brasileira. Integrar o quadro de homenageados me traz emoção e forças para seguir lutando pela classe e por um Brasil melhor e mais justo”, concluiu emocionado.

Também participaram do evento vice-presidentes, conselheiros e presidentes do do Sistema CFC/CRCs, além dos conselheiros representantes do Estado de São Paulo no Plenário do CFC: Idésio Coelho Junior e Joaquim Carlos Monteiro.

 

 

A reprodução deste material é permitida desde que a fonte seja citada.