Audiência na Casa Civil discute o Programa de Voluntariado da Classe Contábil

Por Maristela Girotto
Comunicação CFC

O papel social realizado pelos profissionais da contabilidade, por meio do Programa de Voluntariado da Classe Contábil (PVCC), foi apresentado ao ministro-chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha, pelo presidente do Conselho Federal de Contabilidade (CFC), Zulmir Breda, na tarde desta quinta-feira (8). O presidente participou da audiência com o ministro acompanhado pelo senador Elmano Férrer (PMDB/PI) e pelo vice-presidente de Política Institucional do CFC, Joaquim de Alencar Bezerra Filho, com o objetivo de estreitar relações com o Poder Executivo e falar dos projetos do CFC.

Referindo-se ao PVCC, Breda afirmou que, “por meio desse trabalho social, liderado pelo CFC e realizado em todos os estados com o apoio dos Conselhos Regionais de Contabilidade, a classe mostra à sociedade que não se preocupa apenas consigo mesma”. Da mesma forma, continuou o presidente, o CFC está disposto a colaborar com os programas sociais realizados pelo governo.

As ações do PVCC foram detalhadas pelo vice-presidente Joaquim Bezerra Filho, que destacou a participação dos voluntários nos Observatórios Sociais (OS), hoje implantados em mais de 120 municípios brasileiros. Ele disse que os OS são instrumentos de controle social que auxiliam a administração pública, atuando na gestão do gasto público e na eficiência da aplicação dos recursos.

Bezerra mencionou ainda as ações do Programa de Voluntariado da Classe Contábil de auxílio à prestação de contas dos recursos da merenda escolar e a realização de palestras de orientação às famílias sobre o orçamento familiar. O projeto de incentivo às doações para os fundos municipais e estaduais de apoio à criança e ao adolescente e ao idoso também foram destacados durante a audiência.

A assessora-chefe da Casa Civil, Martha Seillier, apresentou o Programa Nacional Viva Voluntário, desenvolvido em parceria com o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), com o objetivo de valorizar e promover atividades voluntárias no Brasil.

O ministro Padilha sugeriu que fossem agendadas novas discussões, visando a uma parceria que viabilize a participação dos profissionais da contabilidade voluntários do PVCC em ações do Programa Viva Voluntário.

Além da área social, Zulmir Breda falou sobre a importância do trabalho realizado pelos profissionais da contabilidade na prestação de informações para o fisco, sendo o elo entre o contribuinte e o Governo.

Breda destacou ainda outros projetos e ações do CFC, como o processo de convergência das normas contábeis ao padrão internacional, que objetiva o aperfeiçoamento e a evolução da qualidade das normas do setor privado e também da área pública. “Atualmente, estamos trabalhando, em parceria com a Secretaria do Tesouro Nacional, para a convergência de um conjunto de Normas Brasileiras de Contabilidade Aplicadas ao Setor Público”, afirmou o presidente do CFC, enfatizando que essas normas são instrumentos para a melhoria da gestão pública.

Durante a reunião, Eliseu Padilha mencionou que é técnico em contabilidade e que o seu primeiro emprego, em Canela (RS), foi em um escritório de contabilidade. Mais tarde, fez outros cursos superiores e iniciou a vida política. O primeiro cargo eletivo de Padilha foi como prefeito de Tramandaí (RS), em 1989.

Ao final da reunião, o presidente do CFC agradeceu ao ministro pela audiência. Referindo-se ao grande potencial do Programa de Voluntariado da Classe Contábil para o desenvolvimento de ações sociais, Padilha afirmou: “Nós é que ganhamos com a vinda de vocês aqui”.

 

Da esq. para a dir.: Joaquim de Alencar Bezerra Filho, Zulmir Breda, ministro Eliseu Padilha e o senador Elmano Férrer